A solidão do líder

Liderar é uma atividade interessante, aprender a influenciar através dos exemplos, ações, palavras... e ao mesmo tempo, descobrir-se só no momento dos dilemas e da necessária tomada de decisão.


Sim, para liderar é preciso saber escutar-se. Escutamos os sinais do ambiente, os alertas e incentivos das pessoas, as críticas e apoio de amigos, as tendências e probabilidades dos estudos, as etapas e caminhos do terreno... Há tantas possibilidades de analogias em que a escuta torna-se presente. Mas é na solidão da escolha que mora o espírito do líder. No final de tudo que escutou precisa escolher, tomar uma decisão e ser protagonista, responsável pelas renúncias e consequências.


Liderar é escolher. Decidir com base nos seus valores e experiências. Por mais que esteja em equipe, por mais entrosada que seja o time, quem lidera decide e deve, por este motivo, saber que está na responsabilidade, no leme desta decisão.


A palavra a líder tem origem viking, "lead", usada para representar a pessoa que ficava na parte mais alta da embarcação, observando o horizonte e os instrumentos de navegação, coordenando o ritmo das remadas, o momento de preparar ou recolher as velas... Perceba o quanto há de sinergia com o que espera-se de quem lidera.


Aliás, você entraria numa embarcação em que o "lead" não tem experiência ou preparo? Sairia para ficar dias ou até meses em alto mar sendo liderado por alguém que foi colocado neste posto por acaso?


Pois é exatamente isso que acontece muitas vezes nas mais variadas organizações, seja ela uma família ou uma multinacional, todas dependem do preparo, experiência e valores de quem lidera. Liderar é verbo de ação que depende de um precedente valioso, saber lidar com a solidão do peso de tomar uma decisão.


Saber lidar com essa pressão, esse entorno é condição essencial a quem lidera. Sem ela tudo fica incerto, a desconfiança é alimentada e aos poucos, cada pessoa do time passa a pensar mais em si do que no todo. Individualismo só floresce quando não há partilha, quando há um "salve-se quem puder", todos buscarão o seu bote salva-vidas.


Liderar é saber reunir o time e juntos identificarem as pressões internas e externas que afetam a direção da "embarcação". Fizemos um vídeo e um e-book que explica isso direitinho: https://youtu.be/mESABBjtdag


Aproveite e deixe aqui nos comentários se você já sentiu que esteve ou que está em uma embarcação em que o "lead" é altamente confiável.