A visão de cima da montanha

Muitos querem apreciar essa vista, a de cima da montanha, mas e para chegar até lá? Há um longo trajeto, dores, cansaço, vontade de desistir, medos... mas então como é que se chega ao topo?


Nada é por acaso, os resultados que temos atualmente são diretamente proporcionais às escolhas, às decisões que tomamos no passado. Então, seguindo essa analogia: "cada um terá a visão conforme a etapa que escolher subir na montanha". É fato também que alguns são colocados em posições mais altas da montanha através de recursos ou de pessoas que impulsionaram sua chegada mais rápida, como um helicóptero, por exemplo. Mas será que essa pessoa sabe liderar a chegada de outras se não trilhou o caminho antes?


É possível que "queimar" etapas possa ser um problema futuro. E assim chegamos ao conceito da palavra escolha: a cada escolha, uma renúncia e uma consequência. Escolhemos algo, imediatamente deixamos de lado todas as outras possíveis alternativas e, a partir de agora estamos diante das potenciais consequências.


A cada dia temos identificado que tão importante quanto a preparação está o acúmulo de experiências vividas, estas nos apoiam a validar ou a quebrar crenças ou conceitos a nós apresentados por outros que passaram antes pela trilha a caminho do topo.


Valioso é ter um guia, mas será que só existe o caminho ou métodos apontados por quem já passou antes? Será que é possível um novo caminho ou formas mais suaves de se chegar sem "queimar" etapas?


Essas perguntas podem apoiar decisões de carreira e também a abrir a cabeça de executivos que confundem teimosia com autoconfiança, crenças limitantes com prudência, egocentrismo com autocuidados.


"Quem tiver ouvidos para escutar que ouça!", já disse um dos grandes Mestres da humanidade. Estar com a habilidade de escuta atenta pode ser uma chave valiosa para estar com mais abertura aos novos pontos de vista e potenciais caminhos de chegada ao topo da montanha.


Fizemos até um vídeo com um ebook que mostra como altos executivos ou diretores podem escutar melhor as diferentes pressões que recebem para levar suas equipes rumo ao topo dos desafios: https://youtu.be/mESABBjtdag


Como é que você está se preparando para a caminhada?

Quais as pessoas que te apoiam nesta caminhada?

Como você as apoia para que possam te apoiar?

Quais os planos de contingência você possui?

Quem da equipe pode assumir teu lugar para que você possa pelo menos descansar?


Se ainda não tem respostas às perguntas acima, sugiro que pare e coloque-as em sua prioridade como diretor ou diretora, empresário ou empresária, pois estamos falando aqui do básico para seguir rumo ao topo da montanha.


Faz sentido isso?


------------------------------

Créditos imagem: pixabay