Aprender Sempre!

O que é que você tem feito para aprender?


Muitas empresas erram feito pois focam no indicador Horas de Treinamento por Pessoa como a única ou principal métrica para acompanhar ou monitorar as ações de desenvolvimento de colaboradores.


Deixe-me explicar onde está o erro:


Acompanhe o meu raciocínio:

  • Imagine que a empresa tenha comprado um curso de Excel a uma pessoa de sua equipe. Este colaborador frequentou e finalizou o curso com sucesso. A empresa comprou o curso com matrícula + aulas + material didático em formato de apostila física da escola contratada e um exemplar de livro de formulas do Excel...

  • Sabe quantas vezes essa pessoa abriu o livro ou a apostila para tirar uma dúvida? Adivinha? Quase nenhuma vez.

  • Sabe quantas vezes essas pessoa ao ter uma dúvida ou pesquisou no Google ou virou a cadeira e perguntou ao colega do lado? Possivelmente várias de vezes no mesmo dia!


Percebeu que há um verdadeiro buraco nos controles gerencias da aprendizagem? Se medir só o tempo investido em horas de curso, não expressa realmente o aprendizado ou o tempo gasto para aprender algo...


Segundo o pesquisador Charles Jennings há uma equação que quem lidera equipes precisa ter em mãos, o que ele chamou de 70:20:10:

  • 70% do que aprendemos, fazemos isso sozinhos;

  • 20% do que aprendemos, fazemos com alguém e;

  • 10% do que aprendemos, adquirimos em um curso formal.


Já pensou?


Isso significa que 90% da aprendizagem é feita muitas vezes de forma informal, navegando em sites, assistindo vídeos, podcasts, batendo papo com com colegas...


Ou seja, quer que tua equipe cresça rapidamente? Aprenda a permitir que as pessoas possam pesquisar e conversar abertamente, estimule um ambiente de troca, em que a escuta seja uma prática valiosa, uma das estratégias de aprendizagem. Sem contar o fato de que é praticamente a custo zero!


Quer melhor saldo que este? Basta manter este conceito na equipe para que a informação e formação flua com naturalidade.


O problema é que gestores e departamentos de recursos humanos, criam verdadeiros currais de treinamento. Normas e procedimentos são tão burocráticos quanto míopes sobre o conceito do 70:20:10, que criam somente indicadores que nada ou pouco mostram do real esforço de aprendizado que as lideranças podem realizar em seus times.


Perceba que se quem lidera souber inspirar e administrar à aprendizagem, tudo se torna mais fluido e muito, mas muito mais barato e eficaz.


A palavra é aprendizado e não treinamento. O treinamento traz uma parte do aprendizado, mas este vem com a real prática, experienciando erros e acertos, adquirindo confiança na técnica ou método que aprendeu... Por este motivo é tão importante que quem lidera conheça como criar uma estratégia que realmente traga aprendizagem na equipe e não somente cumprir horas de treinamento para um indicador.


Faz sentido isso?


Aqui temos um curso chamado "Alcateia", em que trazemos aos nossos alunos como formar, manter, cuidar da sua alcateia, que simboliza o "time". Objetivamos provocar nossos alunos em reflexões e práticas em criar uma "Alcateia de Alta Performance". Venha conhecer!