Como liderar compartilhando Valores

Atualizado: Mai 29

Nossas escolhas são influenciadas por nossas crenças, sejam elas conscientes ou não. São os parâmetros que utilizamos para decidir pela adoção ou rejeição de uma ideia, por exemplo.


Da mesma forma, essas crenças orientam comportamentos e decisões em nosso cotidiano. Daniel Kahneman, psicólogo israelense, conquistou um prêmio Nobel de Economia ao demonstrar como essas decisões inconscientes nos influenciam. Seus estudos e experimentos são base para o que hoje conhecemos como Economia Comportamental. Assista a TEDTalk dele: encurtador.com.br/dpxGU


Seja através de explicitações ou de vieses inconscientes, seguimos caminhando e adquirindo experiências, construindo hábitos, vivendo e convivendo. E por falar em convivência, fazemos também neste sentindo, escolhas baseadas nos nossos Valores. São estes que utilizamos com quem decidir manter ou romper relações. Olhe ao seu redor e preste atenção às pessoas com que atualmente você se relaciona. Vocês podem até praticar diferente, mas acreditam igual, esta pode ser uma boa definição de Valores, aquela "química", componente, tempero, liga que promove a conexão de uma relação.


Ao escutar os sinais de que acreditamos igual, inicia-se o processo de construção de afinidades que, aos poucos vai se fortalecendo mais e mais, conforme escutamos novos sinais ou somos impactados por experiências alinhadas aos nossos Valores.


Assista ao nosso vídeo do Manifesto ESCUTOSFERA e avalie se você acredita no mesmo que nós acreditamos aqui. Quando mais alinhados estivemos, mais fortes serão nossas conexões e aprenderemos ainda mais, juntos: https://youtu.be/E1eMf_BmntA


Assim como impérios foram e são construídos sob o alicerce de Valores de seus fundadores, empreendimentos nascem porque há uma forte crença de utilidade a ser compartilhada. Caso a liderança seja hábil em comunicar essas crenças, aos poucos outras pessoas naturalmente simpatizarão e, aos poucos, entrarão nas fileiras da Causa defendida.


Porém, com o passar o tempo nem todas as Causas conseguem manter seu modo de comunicação vigoroso e energizado. Seja pela fraca liderança que construiu ou por estratégias de comunicação equivocadas.


E se esse for o teu caso atualmente. Se hoje você está em um trabalho ou negócio que não consegue compartilhar coerentemente seus valores, o que fazer? Liderar!


Há formas de engajar sua equipe mesmo em locais onde a empresa não comunica bem estes Valores. Separamos aqui 08 pontos para quem lidera equipes poder ponderar e avaliar uma boa estratégia para compartilhar seus valores com sua equipe:


  1. Avalie se tudo você acredita no porquê real da existência deste negócio.

ATENÇÃO: somente avance aos pontos seguintes, caso consiga explicar a sua resposta do ponto 1, de forma simples, clara, convincente e objetiva.


2. Não assuma que um Valor está "entendido". Lembre-se de que TODOS devem ter clareza;

3. Envolva a equipe na identificação dos Valores. Comprometimento não vem por imposição;

4. Valores devem ser traduzidos em comportamentos observáveis. Deixe exemplos do cotidiano da equipe contar como devem ser praticados cada um dos Valores;

5. Seja o exemplo de cada um dos Valores. As pessoas modelarão pelas tuas atitudes;

6. A cada decisão importante consulte os Valores e mostre sua utilidade;

7. Jamais ignore uma violação aos Valores.

8. Somente admita novos relacionamentos se alinhados aos Valores, serve para novos funcionários, fornecedores, prestadores de serviço, parceiros...


Faz sentido isso?


Ah, sobre o ponto 1, aqui vai uma dica para você saber se pode seguir com os demais pontos da lista acima:

  • Estude o porquê do negócio e da área que você lidera

  • Escreva-o em uma frase curta e impactante.

  • Convide algumas pessoas e pronuncie a elas essa frase

  • Se ficarem em silêncio ou reação negativa: agradeça e refaça a frase.

  • Se tiverem alguma reação positiva, agradeça e refaça a frase.

  • Se a reação positiva foi até de aplausos, agradeça e refaça a frase.

  • Se levantaram e vieram até você para te abraçar ou cumprimentar, essa é a frase!

Lembre-se: enquanto você não for capaz de fazer as pessoas mexerem seus corpos em sua direção, significa que você ainda não acredita de corpo e alma no que está dizendo. Então, como é que quer que outros acreditem?


Quer conhecer mais sobre este assunto? Recomendamos a pesquisadora Jesse Lyn Stoner (https://seapointcenter.com/full-steam-ahead/) que é uma das referências que utilizamos em nossas pesquisas.